Trabalhador que recusar vacina pode ser demitido por justa causa, diz MPT

Vacina contra Covid-19

Os trabalhadores que se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19 sem apresentar razões médicas documentadas poderão ser demitidos por justa causa, de acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT). A orientação do órgão é para que as empresas invistam em conscientização e negociem com seus funcionários, mas o entendimento é de que a mera recusa individual e injustificada à imunização não poderá colocar em risco a saúde dos demais empregados.

Economia tem recuperação recorde no 3º tri, mas não recupera perdas, aponta BC

Recuperação da economia

SÃO PAULO (Reuters) - A economia brasileira mostrou recuperação com crescimento recorde no terceiro trimestre diante do relaxamento das medidas de contenção ao coronavírus e auxílio do governo, mas insuficiente para compensar as perdas históricas nos três meses anteriores sob os efeitos da pandemia.

Confiança da construção cresce 3,7 pontos em outubro, diz FGV

Índice de Confiança da Construção

O Índice de Confiança da Construção, da Fundação Getulio Vargas (FGV), teve alta 3,7 pontos na passagem de setembro para outubro deste ano. Com isso, a confiança do empresário da construção brasileiro atingiu 95,2 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, o maior valor desde março de 2014 (96,3 pontos).